Varzim assinalou 104 anos com planos ambiciosos

O presidente da Câmara da Póvoa espera que, agora que o Varzim chegou a acordo com a empresa Famenc, do Grupo Elevo, para o pagamento faseado da dívida, o clube possa avançar para a remodelação do estádio e a construção da academia. Aires Pereira esteve nas cerimónias dos 104 anos sobre a criação do emblema varzinista e disse que chegou o momento de avançar para a alteração das estruturas até por causa dos problemas que apresenta o atual recinto. O acordo alcançado com o Varzim prevê que os terrenos do clube no parque da cidade passem para o Município e, em troca, a autarquia construa uma nova bancada nascente e uma academia de formação.

O calendário preferido por Aires Pereira  tem a concordância da atual direção, cujo presidente Edgar Pinho fala num momento único para o clube. A convite do líder da direção esteve também o sócio Macedo Vieira que falou com satisfação do bom momento atual do Varzim em termos desportivos. O presidente da assembleia geral, Moura Gonçalves, não pôde estar presente, mas o vice, Rodrigo Moça, fez um apelo à união. 

A sessão comemorativa encerrou com uma romagem aos cemitérios municipais para a habitual homenagem aos fundadores, mas também a Octávio Aguiar, ex-funcionário e colaborador do clube e a Celso Oliveira, sócio do Varzim. O anunciado momento dirigido ao ex-atleta e treinador da Formação, Ricardo Baptista, decorrerá no dia 12 de Janeiro, às 11h.

Jornalista Onda Viva

Anterior

Levi Lumeka brilha a serviço do Varzim

Próximo

Chama-se Duarte o bebé Natal 2019 da Póvoa

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *