Um impulso para a economia Portuguesa

Embora nem todas as economias europeias tenham sido criadas de igual forma, neste momento a maioria está a ser afetada pela desaceleração económica da UE. Portugal é o último país a ser atingido por esse declínio, os números do terceiro trimestre destacam a forte desaceleração económica em comparação com os três meses anteriores (quando o PIB cresceu pela metade).

No entanto, as expectativas económicas em Portugal continuam positivas e assim tem sido desde a eleição do Partido socialista (PS) no mês passado.

O motivo é simples: o Partido Socialista anunciou uma série de medidas como parte de um plano a longo prazo para impulsionar o crescimento económico em todo o país. Mas quais são essas medidas e consequentemente quem (provavelmente) ira prosperar?

Aumento do Salario mínimo e Investimentos em infraestruturas

Uma das principais promessas do Partido Socialista era oferecer um ambicioso aumento salarial de 25% para os trabalhadores, como parte de um plano mais amplo para criar uma aposta mínima mensal de € 750 até 2023.

Embora este tenha sido apenas o primeiro passo num caminho longo e árduo, ajudará a impulsionar a trajetória da renda em Portugal e os níveis de coesão social. Também criará dinamismo e poder de compra na economia, criando um modelo sustentável de crescimento que pode prevalecer ao longo do tempo.

Crê-se que beneficiará de maneira significativa os trabalhadores com salários mais baixos, principalmente porque Portugal tem o salário mínimo mais baixo da Europa ocidental (que aumentará para o montante mais saudável de €635 no dia 1 de Janeiro 2020).

Além disso, o PS também revelou uma série de grandes projetos industriais, numa tentativa de criar mais empregos e melhorar o potencial Português a longo prazo. 

Os maiores esquemas incluem a expansão do Terminal XXI e um Terminal Vasco da Gama completamente novo, que transformará Sines no principal terminal de contentores do continente (com um custo total de 1,3 bilhão de euros até 2023).

Isto representa um grande impulso para o comércio, pois o novo local terá capacidade para movimentar mais de sete milhões de contentores ultra grandes por ano.

E o setor de turismo em Portugal também prosperará?

Enquanto aqueles que participam na negociação forex através de sites como o Tickmill perceberam que o euro afundou recentemente, sabem que isso tem mais a ver com as condições gerais da economia europeia do que com o desempenho de Portugal.

É por isso que o país continua esperançoso em termos de desempenho económico, principalmente porque o novo governo deseja supervisionar a digitalização contínua do setor de turismo.

Isto continua a ser fundamental para o crescimento de Portugal, e acredita-se que a introdução de mais inovações e tecnologias no setor de turismo possa gerar 50.000 empregos adicionais ao longo dos próximos anos.

Combinado com as políticas económicas já mencionadas e com o desejo do governo de converter um pequeno pedaço de terra oceânica num dos espaços mais movimentados do mundo, destaca o potencial da economia portuguesa e o seu crescimento futuro.

Embora a concretização desses objetivos leve tempo, isso oferece esperança aos cidadãos Portugueses e de toda a UE.

Webmaster

Anterior

Varzim homenageou raça e querer de Bruno Torres

Próximo

Culpar os agricultores virou moda (artigo original Agricultura e Mar Actual)