Terço voou da Senhora da Saúde até ao Mapadi

Sopram ventos adversos no nosso país e no mundo com a pandemia Covid-19 no ar.  Mas em plena Páscoa quiseram os ventos que um terço pendurado em balões (que fora lançado ao ar no santuário de Nossa Senhora da Saúde, em Laundos), fosse cair  junto do portão do  pólo  de Terroso do MAPADI – Movimento de Apoio de Pais e Amigos ao Diminuído Intelectual. O padre Guilherme Peixoto foi o autor da iniciativa e disse que esta foi uma maneira do santuário se “unir ao sofrimento de todas as vítimas de Covid-19, a quantos estão infetados e doentes, às famílias de luto, a quantos perderam os seus empregos, a todos quantos lutam para aguentar esta barca que navega numa tempestade inimaginável”. O sacerdote salientou que os balões lançados com o terço poderiam ter caído em qualquer outro local, mas não:  foram logo ao encontro da instituição solidariedade social que presta apoio a pessoas com deficiência intelectual do concelho da Póvoa de Varzim,  sem a interferência de ninguém, apenas do vento, “levando a mensagem  de Jesus Ressuscitado aos utentes que de tantos carinhos, cuidados e conforto necessitam”, afirmou o padre Guilherme Peixoto nas redes sociais. 

Jornalista Onda Viva

Anterior

102 casos positivos em instituição vila-condense

Próximo

Mais testes nos próximos dias no Covid-Drive que abriu na Póvoa

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *