Tenente médica poveira regressa de missão bem sucedida no Afeganistão

á está de volta a Portugal a Tenente Médica Filipa Rosa, do Exército Português, que esteve nos últimos 9 meses no Afeganistão. A poveira fez parte do Destacamento de Apoio Nacional, integrado na missão da NATO “Resolute Support”, que garantiu o apoio logístico, médico, de recursos, manutenção, entre outros, a toda a força portuguesa naquela região. O grupo que integrava a aguçadourense, militar desde 2010, tinha como missão a vigilância e proteção ao aeroporto internacional “Hamid Karzai”, em Cabul. Devido à pandemia da Covid-19, Filipa Rosa e restantes militares vão agora ficar aquartelados em Santa Margarida em quarentena durante 14 dias e só devem voltar a casa no dia 19 deste mês. O regresso estava inicialmente previsto para maio, mas o surgimento do novo coronavírus atrapalhou os planos do contingente que incluía esta jovem de 28 anos que tirou o curso de medicina na Academia Militar. 

Jornalista Onda Viva

Anterior

Autarquia informa que há 130 casos ativos de Covid-19

Próximo

Macieira e Mosteiró com investimento superior a um milhão de euros

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *