Receitas do Casino da Póvoa Desceram 1.9 Milhões em 2019

Receitas do Casino da Póvoa Desceram 1,9 Milhões em 2019

Segundo dados recentemente revelados pelo jornal económico português Dinheiro Vivo, o grupo Estoril-Sol apresentou em 2019 uma quebra de lucros de receita de 1% em relação ao mesmo período do ano transacto. O grupo, que detém a maior parte do capital associado à exploração de casinos em Portugal, e que é liderado pelo empresário macaense Stanley Ho, é responsável pela administração e facturação do Casino da Póvoa, e apresentou este ano uma diminuição de lucros de 1,9 milhões. Estes valores não estão directamente relacionados com a polémica tentativa de despedimento colectivo levada a cabo no estabelecimento de jogo da Póvoa do Varzim, e cujo efeito teve direito a anulamento legal, tal como noticiado pela SIC em Janeiro do presente no civil.

Popularidade dos Jogos Online Não Pára de Aumentar

Numa altura em que as estatísticas relativas aos lucros relacionados com a actividade total de jogos de sorte e azar e apostas desportivas em Portugal indicam o maior crescimento económico desde 2017, muito do recente insucesso dos casinos no nosso país pode ser explicado com o aumento da popularidade dos serviços de jogo online, cuja presença se faz sentir de maneira cada vez mais vincada, e em cada vez maior número.
O Serviço de Regulação e Inspecção de Jogos – também conhecido como SRIJ – revelou recentemente as suas próprias estatísticas relativas à actividade do jogo online em Portugal, que apresentam um crescimento de 23,9% em relação ao mesmo período do ano passado, e que contaram com a colaboração de 3 novas entidades de exploração devidamente licenciadas pelo Serviço de Regulação e Inspecção de Jogos.

Poker É Um dos Jogos Favoritos dos Portugueses

Entre os recém-chegados ao mercado dos jogos de sorte e azar online em Portugal encontra-se a 888 Holdings, grupo empresarial com uma presença internacional forte e que esteve envolvido no financiamento do WPT Deep Stacks Portugal 2019. O WPT Deep Stacks foi um torneio de poker que decorreu no Casino Vilamoura entre 31 de Agosto e 8 de Setembro de 2019, e que valeu um prémio superior a 90,000 euros ao vencedor, o jogador francês Slima Macalou, registando-se assim como um dos maiores torneios de sempre do género a acontecer no nosso país.
De resto, os jogadores nacionais parecem apaixonados pelo poker Portugal sendo um dos países onde mais pessoas se dedicam à modalidade de casino em todo o mundo. Mesmo registando números demográficos bastante inferiores, Portugal tem mais jogadores de poker do a maior parte dos países na Europa, incluindo as vizinhas Espanha e França. Estes jogadores, no entanto, pertencem em sua grande parte a uma geração de jogadores profissionais e semi-profissionais que tem as suas bases assentes no poker online.
O crescimento do jogo online em Portugal pode ser explicado pelo aparecimento de uma nova geração de jogadores com poder de compra, e com uma ligação muito especial e cómoda à Internet. De resto, os registos demográficos reportados pelo Serviço de Regulação e Inspecção de Jogos no seu relatório trimestral apontam para uma maioria de jogadores que não ultrapassa os 44 anos, sendo que a maior parte das pessoas que investe em serviços de jogos de sorte e azar online não tem mais de 35 anos.

Um Rival Demasiado Competitivo Para os Casinos Portugueses?

 

Numa altura em que o planeamento urbano na Póvoa do Varzim parece estar prestes a significar mudanças, talvez seja hora do Casino da Póvoa, juntamente com os restantes estabelecimentos do grupo Estoril-Sol, procurar fomentar novos investimentos e novas ideias para atrair clientes. Os casinos têm tido dificuldades em lidar com a concorrência dos seus homólogos digitais, até porque a natureza dos jogos de sorte e azar online permite uma maior acessibilidade e conforto de jogo do que os casinos tradicionais.
Os serviços digitais possuem a vantagem de poder ser acedidos a qualquer momento, sendo assim muito fácil para o jogador colocar apostas sempre que deseje. Os casinos tradicionais obrigam a uma deslocação física que pode ser constrangedora, estando ainda acessíveis a uma percentagem bastante reduzida da população, que inclui apenas os locais, habitantes próximos, e pessoas que pretendem activamente deslocar-se a outro distrito ou concelho para visitar um casino.
O velho casino pode estar a perder o seu charme face aos seus rivais online, que motivam os jogadores através de bónus financeiros e prémios cada vez maiores. Alguns sites de apostas e de jogos de casino virtuais oferecem bónus que podem chegar aos 1,500 euros, constituindo deste modo um incentivo muito forte para jogadores estreantes. Estes bónus são normalmente atribuídos enquanto valor percentual, sendo que quanto mais dinheiro um novo jogador depositar no momento em que abre a sua conta, mais dinheiro “gratuito” ele irá receber. Os prémios, por sua vez, existem em valores cada vez mais elevados, que no caso das populares máquinas de jogos podem atingir facilmente valores superiores a 10 mil euros.
Numa sociedade cada vez mais digital, resta perceber se a queda de lucro registada nos casinos portugueses será sinónimo de uma tendência, ou de uma ocasional depressão económica. De qualquer maneira, os serviços de jogos e apostas online parecem ter chegado para dominar o nosso mercado durante muitos anos.

Susana Alves

Anterior

Capa da Edição nº117 de 25 de Setembro de 2019

Próximo

Capa da Edição nº118 de 10 de Outubro de 2019