Póvoa estabiliza, V. Conde volta a disparar

Já existem os dados fornecidos desta segunda-feira pela Direção Geral da Saúde (DGS) sobre a dimensão da doença COVID 19 no país em geral e em cada concelho em particular. Números que foram fechados à meia-noite de ontem pelas unidades de saúde, podendo nalguns casos não estarem todos reportados por azáfama das equipas médicas. Seja como for o relatório regista no concelho da Póvoa de Varzim 62 casos confirmados, ou seja mais dois já que ontem eram 60. Em Vila do Conde, o relatório de ontem apontava 86 situações, mas hoje chega aos 130 (mais 44 casos). Fazendo a soma: nas duas terras vizinhas há 192 confirmações. O Porto é agora o concelho do país com mais situações 921 (ontem eram 885) enquanto Lisboa com 905 casos (ontem eram 890) está posicionada no segundo lugar na tabela. Seguem-se Vila Nova de Gaia com 842 (796), Matosinhos 715 (682), Gondomar com 701(681), Braga com 647 (621), Maia atingiu 600 (588), Valongo com 491 (479), Sintra com 397 (394) e Ovar com  416 (490) fecha a lista dos 10 primeiros municípios. Mais para baixo, fazemos ainda referência, pela proximidade geográfica à Rádio Onda Viva, a situação em Vila Nova de Famalicão já com 225 casos (211), Guimarães com 214 (201), Barcelos atinge os 141 (137), Santo Tirso sobe para 149 (139), Trofa tem 84 (79), Viana do Castelo 104 (idem) e Esposende 28 (mais ).Em Portugal ocorreram já 535 mortes (ontem 509) e número de casos confirmados passou para 16 934(ontem eram 16 585). Aguardam resultado laboratorial pessoas 3264 (ontem eram 3611) e são dadas, pela DGS, como “casos recuperados” 277, o mesmo número de ontem. Estão internados 1187 (mais dez) cidadãos e 188 (228) em unidades de cuidados intensivos.   

Jornalista Onda Viva

Anterior

Casino coloca trabalhadores em ‘lay-off’

Próximo

Varzim afasta ‘lay-off’ e consegue acordo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *