Póvoa e V.Conde com incidência de casos superior à média nacional

A Direção Geral da Saúde anunciou esta segunda-feira os valores por concelho em relação à incidência cumulativa a 14 dias da doença Covid-19. Os dados referem-se aos casos confirmados entre 28 de outubro e 10 de novembro e não são nada positivos para Póvoa de Varzim e Vila do Conde que continuam no nível mais elevado (igual ou superior a 240 casos por 100 mil habitantes) de risco de contágio tendo em conta a quantidade de infetados em relação ao número de residentes. O concelho poveiro conta com 930 casos por cada 100 mil pessoas, ou seja, foram cerca de 585 infetados nessas duas semanas dado que a população oficial é de cerca de 63 mil habitantes segundo o Instituto Nacional de Estatística. O município vilacondense teve 865 casos por 100 mil pessoas, isto é, perto de 692 infetados uma vez que a população residente estimada ronda os 80 mil habitantes. A média nacional é de 760 casos por cem mil habitantes, valor que coloca Portugal em décimo a nível europeu. Póvoa de Varzim e Vila do Conde estão acima da média do nosso país. Nas localidades vizinhas os números também são alarmantes em Esposende (597), Barcelos (799) e Famalicão (1349), superando largamente o quociente para o nível mais elevado de risco. Esta nova metodologia segue as categorias utilizadas pelo Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças.

Jornalista Onda Viva

Anterior

Mais uma morte e novos internados devido à legionela

Próximo

Estava em liberdade condicional e foi apanhado a furtar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *