Poveiro em dificuldades no Peru por causa da pandemia

Um pescador da Póvoa de Varzim está há quase três semanas retido num barco no porto de Paita, no Peru, na América do Sul. Manuel Silva, de 46 anos, é o capitão de uma embarcação que tem mais 17 homens a bordo de outras nacionalidades, encontrando-se impedido de desembarcar por causa da pandemia da Covid-19. O alerta chegou através do filho João, que tem falado com o pai por telemóvel. O problema é que o grupo está a ficar sem comida (já pescam para sobreviver) e sem combustível (para a eletricidade, essencial para cozinhar e carregar o telemóvel, por exemplo), queixando-se que as autoridades locais nada fazem, tal como os patrões, que de resto até devem seis meses de salários (cerca de 15 mil euros) ao pescador. Com receio do que possa suceder ao pai, que anda há seis meses no mar sem ir a terra, já foi pedida a ajuda da embaixada e agora aguarda-se por uma solução que resolva este problema e o ajude a regressar a Portugal a tempo de acompanhar o nascimento da neta nos próximos dias. A situação ganhou esta segunda-feira mediatismo por causa de um vídeo partilhado nas redes sociais.

Jornalista Onda Viva

Anterior

Foi de Laundos a Lisboa a correr e ajudou Associação Salvador

Próximo

Mais 35 infetados na Póvoa e 69 em V.Conde na última semana

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *