Pelo menos 562 empresas locais recorreram ao Lay-Off

A Associação Empresarial da Póvoa de Varzim tem vindo a acompanhar a situação da pandemia na economia local e promoveu um inquérito junto dos 3102 associados, tendo recebido resposta de 1096. O dado mais significativo indica que 562 empresas recorreram já ao Lay-Off, com a suspensão dos contratos de trabalho ou redução temporária do horário, o que corresponde a 51% das empresas que responderam. 220 associados, cerca  de 20% das mais de mil empresas locais que participaram no inquérito, afirmaram também que pensam reduzir o pessoal, através de despedimentos. 613 destas empresas, cerca de 56%, defenderam o regresso ao trabalho no imediato ou no máximo até ao início do próximo mês de maio. 210 associados revelaram também que já tiveram de recorrer ao financiamento bancário para fazer face a pagamentos inadiáveis, o que corresponde a cerca de 19% do universo de inquiridos. A AEPVZ, liderada por José Gomes Alves, presume que as outras empresas filiadas na instituição se encontram em laboração. 

Jornalista Onda Viva

Anterior

Câmara vai tomar posse da obra atrasada da EB 2/3 Flávio Gonçalves

Próximo

307 infetados entre poveiros e vilacondenses

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *