Obras no Intercetor Laundos-Póvoa obrigam a circulação alternada

Quem habitualmente passa na Estrada Nacional 205, que liga Barcelos à Póvoa de Varzim, já terá reparado que, por esta altura, o trânsito está a ser feito com circulação alternada por semáforos temporários numa zona fronteiriça entre as freguesias de Terroso e Amorim. Tudo isto porque a via está a ser intervencionada precisamente no local onde antes passava a linha de caminho de comboio para a colocação de infraestruturas subterrâneas. Recorde-se que a Águas do Norte tem a decorrer a empreitada de execução do Intercetor de Laundos Nascente. O investimento, que ronda os 600 mil euros e está a cargo da empresa Irmãos Barreto, contempla a construção de cerca de 7 km de um intercetor de saneamento de águas residuais ao longo da ciclovia entre o Parque Industrial de Laundos e a Avenida 25 de abril na Póvoa de Varzim. A obra está sensivelmente a meio e o prazo de execução previsto era de 210 dias, ou seja, sete meses. Esta empreitada faz parte integrante da interligação entre o subsistema de Laundos e a ETAR do Ave, localizada em Tougues, Vila do Conde, permitindo que os efluentes gerados nas freguesias localizadas na parte norte do concelho poveiro sejam encaminhados para tratamento adequado naquela estação de tratamento de águas residuais. O objetivo desta obra é resolver muitos dos problemas de drenagem de águas residuais na parte norte do município da Póvoa de Varzim, visando uma melhoria significativa da qualidade de vida e a preservação do meio ambiente.

Jornalista Onda Viva

Anterior

Catarina Costa e Telma Silva juntam-se a Maria Carlos para erguer CDP

Próximo

Covid-19: 3 novos casos na Póvoa e 2 em V.Conde

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *