Noitada de São Pedro foi mesmo festejada em casa pelos poveiros

Os poveiros responderam de forma unânime ao que foi pedido pelas autoridades municipais e de segurança. Numa noite que se tornou fresca e em que apareceu o nevoeiro, foi mesmo em casa e em alguns restaurantes, em família ou com amigos, no aconchego das salas ou nos quintais e garagens que o São Pedro foi festejado. Foi uma celebração diferente daquela a que estávamos habituados, sem as principais ruas da cidade apinhadas como é tradição. Não houve rusgas a dançar para gáudio de milhares de pessoas nem tronos para serem apreciados pela multidão devota do santo popular poveiro. Os bairros e as suas gentes permanecem bem vivos, graças aos enfeites nas fachadas e varandas, mas sem aquela cor, luz e brilho que só as centenas de tricanas e respetivos pares, acompanhados por milhares de ferverosos apoiantes, conseguem fazer vibrar. Assim foi em 2020 devido à pandemia da Covid-19. Preservar a saúde de todos foi o apelo feito e a mensagem resultou em pleno. Agora as atenções viram-se para 2021 e para uma festa que se sonha possa ser a dobrar. Assim queira o destino com São Pedro a ajudar …

Jornalista Onda Viva

Anterior

Golfinhos foram à foz do Rio Ave e deliciaram quem viu

Próximo

Homens do mar homenageados em Vila Chã

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *