Morte de utente de lar e mais 2 internados

Ocorreu no Centro Hospitalar Póvoa de Varzim/ Vila do Conde a morte do primeiro utente de um lar onde entrou o coronavírus que, na situação em causa, provocou o surgimento da doença COVID 19 em mais de uma centena de pessoas. O falecido era utente do Centro de Apoio e Reabilitação de Pessoas com Deficiência (CARPD), localizado em de Touguinha, Vila do Conde, a estrutura da Santa Casa da Misericórdia onde se registaram 102 infetados entre utentes e funcionários. Isto num universo de 148 pessoas. “Era um utente que tinha já uma série de complicações de saúde. Era uma pessoa já muito frágil”, explicou, ao Jornal de Notícias, o mesário da Santa Casa, Rui Maia que especificou se tratar de uma pessoa que tinha já sido transportado ao hospital na sexta-feira com febre e falta de ar. Na unidade hospitalar continuam mais dois internos do CARPD , mas o seu estado, diz Rui Maia, não inspira, por enquanto, cuidados de maior. Na instituição, há ainda mais três casos de febres ligeiras. Todos os outros estão assintomáticos. Também “sem sintomas ” estão os 19 funcionários, que, depois de terem dado positivo à Covid-19, estão em casa em isolamento.

Jornalista Onda Viva

Anterior

Fogo mata animais em Gião

Próximo

Casos voltam a disparar: 245 poveiros e vilacondenses infetados

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *