Culpar os agricultores virou moda (artigo original Agricultura e Mar Actual)

Depois das emissões de carbono, a última moda lançada contra os agricultores foi acusá-los de serem os principais geradores de dióxido de azoto, resolvi consultar os mapas disponíveis sobre isso e nada pasmado fiquei quando encontrei que as emissões da nova coqueluche dos extremistas ficam nos centros urbanos e logo depois encontramos focos exactamente por cima de complexos industriais ou de mineração e extracção de petróleo.

Em Portugal os principais focos geradores de NO2 são, pasmem-se, Lisboa e Porto…

Bem, a não ser que as vacas agora sejam criadas em apartamentos, no meio de fábricas, em minas da África subsariana ou ao lado de poços de petróleo, parece-me desmistificada esta nova onda pelo que voltemos às famigeradas emissões de carbono.

Pode continuar a ler o artigo na publicação original, clicando aqui.

Webmaster

Anterior

Um impulso para a economia Portuguesa

Próximo

Levi Lumeka brilha a serviço do Varzim