Centro de Atendimento Municipal prometido para o início de 2021

O Centro de Atendimento Municipal da Póvoa de Varzim deve finalmente abrir no início de 2021 depois de várias datas já terem sido apontadas. A nova previsão de reabertura para janeiro próximo foi feita pelo autarca Aires Pereira após uma visita que pretendeu dar a conhecer as potencialidades do equipamento que funcionará nas antigas instalações da Garagem Linhares. Todo o executivo marcou presença, incluindo os vereadores da oposição, tendo sido revelado que nos próximos seis meses será forçosamente concluída uma obra que se vem arrastando desde 2017 devido aos problemas de execução manifestados pela empresa (Norcep Construções) que ganhou o concurso e que deixou muitas falhas para ainda serem corrigidas.

Para este novo edifício com quatro pisos irão transitar todas as valências da autarquia que estavam na Loja do Ambiente, Paços do Concelho e Serviços Técnicos, cujos funcionários passarão também a ter um vestuário uniformizado que foi apresentado. O Centro de Atendimento Municipal, construído com base em quatro materiais preferenciais (betão, vidro, granito e madeira bambu), terá ainda uma galeria de ligação do Metro à Praça do Almada, uma zona de espera coberta para os utentes e um café/bar para o público aguardar pelo atendimento enquanto controla a contagem do número das senhas através de monitores.

A conclusão desta empreitada estará também ligada à finalização da requalificação do bairro da Matriz, melhorando a segurança e a qualidade de vida dos munícipes daquela zona. Apesar dos atrasos existentes, o socialista Miguel Fernandes disse ter gostado do que viu e reconheceu que se trata de uma obra que irá beneficiar imenso a população na relação com o município pelos serviços que serão prestados.

Recorde-se que o CAM, segundo a autarquia, “recria a tradição local numa fachada inovadora que foi idealizada pelo arquiteto responsável pelo projeto, Rui Bianchi, através dos tons de preto (símbolo do luto) e dourado (metáfora para a riqueza que o mar deu à Póvoa) utilizados, mas também através dos vários símbolos que, similarmente às redes de pesca, ornamentam toda a frente do edifício”.

Jornalista Onda Viva

Anterior

Autocarros já circulam com frequência na Póvoa

Próximo

GNR apreende uma tonelada de bivalves em fiscalização na A28

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *