Caso confirmado esteve em V. Conde e suspeito na P.Varzim

Uma pessoa que deu positivo à doença Covid 19 obrigou ao encerramento de uma unidade da Santa Casa de Vila do Conde onde ela tinha estado. Por causa disso, a Misericórdia fechou temporariamente o seu “Serviço de Atendimento Permanente” (SAP) seguindo a indicação da Delegação de Saúda da Póvoa de Varzim/Vila do Conde. A instituição colocou um aviso na porta do SAP a justificar que o encerramento tem a ver com a confirmação de “um caso de infeção pelo SARS-CoV2 de um doente que foi atendido” nas suas instalações e acrescenta que está a “adotar as medidas de contenção recomendadas” ficando as mãos das autoridades de saúde pública a duração do fecho do espaço que já a ser alvo de desinfeção. Entretanto, O jornal Correio da Manhã conta na sua edição de hoje que uma pessoa com 35 anos de idade esperou mais de 13 horas isolada numa sala do Hospital da Luz, na Póvoa de Varzim. A mulher com 35 anos de idade terá viajado de Itália e após sintomas suspeitos foi  à unidade hospitalar onde aguardou pelo Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

Jornalista Onda Viva

Anterior

Lanutense festeja 107 anos de vida

Próximo

12 mil estão contra a demolição da Praça de Touros

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *