Agressão violenta em bar na Póvoa: eis as consequências

Já há um desfecho judicial -através do Tribunal de Matosinhos – para o caso de uma agressão violenta ocorrida, em abril de 2019, num bar da Póvoa de varzim. Um homem que agrediu outro no espaço de diversão e no exterior também (segundo a acusação do Ministério Público) foi agora condenado a quatro anos e quatro meses de prisão efetiva. Segundo o que conta o Correio da Manhã, o agressor utilizou uma soqueira e a vítima, que tentava sanar uma rixa entre três irmãos (dois dos arguidos e um terceiro), ficou com o olho esquerdo praticamente cego e sofreu lesões graves num maxilar.Adianta o mesmo jornal que o irmão do arguido também respondia neste processo, mas foi absolvido, já estando em liberdade.O agressor foi punido por um crime de ofensas à integridade física e já tinha cadastro criminal. Em 2009, por exemplo, foi condenado a uma pena de 13 anos de cadeia por ter assassinado com três tiros um emigrante durante uma noite de karaoke, em Paços de Ferreira. Estava em liberdade condicional quando cometeu a agressão na Póvoa.

Jornalista Onda Viva

Anterior

Preços do Imobiliário do Porto Descem Durante a Pandemia

Próximo

Câmara recorre de derrota em Tribunal

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *